Os 5 alimentos que diminuem o risco de infarto

Problemas cardiovasculares são comuns em pessoas sedentárias, que não fazem muita atividade física e tem uma alimentação rica em proteínas e carboidratos, prejudicando o bom andamento da circulação sanguínea.

Mas já pensou em implementar em sua dieta abacate, romã, brócolis, caqui e tomates? A diferença do seu rendimento durante o dia e o bem-estar, serão notórios.

Confira também: Tudo sobre a Telomerase (O que ainda não te contaram)

alimentos_que_diminuem_o_risco_de_infarto

Você já deve ter ouvido a expressão, de que é o que você come. Logo se você se alimentar mal, poderá ter problemas de saúde ao longo de sua vida e sempre estará com pouca disposição. O que for consumido em suas refeições irá definir imunidade, percentual de gordura e eventuais faltas de folego.

São vários os fatores que podem envolver uma pessoa a ter um infarto, inclusive além da alimentação, como é o caso de quem sofre de ansiedade. Mas os alimentos como frutas e verduras que são dos mais comuns e supermercados, devem ser incluídos na dieta não somente pensando em problemas cardiovasculares, mas para o organismo em si.

Além de saudáveis, abacate ou tomate por exemplo, promovem uma limpeza profunda em suas artérias, equilibrando os níveis de colesterol. Se você está pensando em melhorar a qualidade de sua alimentação, veja os 5 alimentos que diminuem o risco de infarto e de quebra, fazem com que você tenha mais disposição para aproveitar o dia.

Confira agora alimentos que diminuem o risco de infarto

Abacate

Além de melhorar a circulação sanguínea, o abacate ajuda a hidratar a sua pele e reduz as gorduras acumuladas no corpo. Ele atua como antioxidante, diminuindo consideravelmente o colesterol e quando elevado, é um dos fatores para riscos de infarto.

É rico em energia e previne o câncer, além dos antioxidantes em sua composição que fortalecem o nosso sistema imunológico. O abacate apenas engorda se for consumido em excesso e por que possui mais calorias que as frutas em geral. Mesmo assim, as qualidades para o coração são inegáveis. O seu consumo diário reduz o LDL, que quando estiver alto pode ser muito prejudicial. Aumenta dessa forma o HDL, que é considerado o colesterol bom.

Todo abacate tem apenas 1g de proteína, 2,3g de carboidratos, Vitamina C, Gordura total de até 10g, Potássio em 326mg e contém fosforo e fibras.

Romã

Rica em fito químicos, o Romã é cheio de oxidantes, fazendo o relaxamento dos vasos sanguíneos que irão proteger as artérias de danos, como de inflamações. Também atua como antioxidante no combate a Alzheimer e na redução de sua pressão. Lembre-se que quanto mais alta estiver sua pressão, mais chances de infarto você tem.

A fruta é bem doce e pode ser feita tanto como suco ou tomada através de chá. Previne o câncer, em especial o de próstata. Por conter zinco e vitamina C, mantem o sistema imunológico forte, contra gripes e resfriados.

Para ter os benefícios da romã, pode-se consumir tanto a fruta fresca quanto o seu suco, sendo também muito importante consumir o chá feito a partir da sua casca, que é a parte do fruto mais rica em antioxidantes. A fruta tem baixo teor calórico, em média de 10g apenas.

Brócolis

Afasta o risco de infarto e se consumido com frequência, é rico para o nosso corpo em vitamina K. Esse nutriente pouco conhecido é capaz de impedir que o cálcio se acumule e infecione a sua circulação sanguínea. O brócolis é rico em fibras e ajuda a controlar os níveis de colesterol.

Outro benefício para a nossa saúde cardiovascular é quando estamos magros, e o brócolis ajuda no processo de emagrecimento, pois possui antioxidantes e elementos que ajudam a eliminar os líquidos retidos em nosso corpo.

Ao reduzir a absorção do colesterol você irá aumentar a excreção, podendo deixar que o brócolis faça o serviço de modelar as vias arteriais, impedindo a oxidação da lipoproteína, mais conhecida como LDL. Assim como a romã, também atua no aumento do colesterol considerado bom.

Caqui

Fruta muito deliciosa e rica em antioxidante e polifenois. Elas trabalham do colesterol nocivo a saúde e triglicerídeos alterados. Por ter uma ótima fonte de fibras, o caqui também irá ajudar a regular a sua pressão sanguínea, mantendo as artérias limpas.

Por ser rico em vitamina C, irá ser um ótimo reforço também para o seu sistema imunológico. Ajuda a manter o corpo não somente livres de ataques cardíacos, mas como gripes, infecções, resfriados e outras enfermadas que podem ocorrer se o seu corpo não estiver protegido.

Tomate

O tomate é um alimento para usar na sua salada e tem milhões de utilidades. Ele pode ser usado também em sopas e para algum outro acompanhamento, até mesmo no sanduiche.

Alguns irão ter um sabor mais ácido e outros adocicado. Ele é rico em vitaminas e minerais, além de ser um dos principais legumes no combate a doenças cardiovasculares. Justamente por ser rico em vitamina C e licopeno, age com substancias antioxidantes que irão fazer todo o trabalho do oxigênio até a circulação do nosso sangue, melhorando a pressão arterial. Controlam os níveis de colesterol, para que estejam sempre estabilizados.

A presença do potássio no tomate também é benéfica para o coração, pois combate também derrames. Além do combate a doenças como o infarto, não dá para deixar de ressaltar os benefícios que você terá como evitar a presença de diabetes.

Uma vez que você é uma pessoa com diabetes, o açúcar se torna um problema para o sangue, que não consegue mais produzir insulina. Consequentemente, qualquer alimento mais doce que você comer, pode aumentar a sua pressão e também riscos de enfarte. Por isso que o tomate ajuda a controlar o seu colesterol.

Como te explicamos, o combate ao infarto não está simplesmente em controlar o nosso sangue, mas muito mais coisas que precisam estar em perfeito estado no nosso interior. Derrames cerebrais e enfartos podem atingir toda a população, e sem uma restrição de idade.

O melhor a se fazer é se cuidar desde o início, incluindo frutas e legumes na sua alimentação diária. Não esqueça de fazer exercícios físicos também.

×