Sangue de Dragão – Tudo o que você precisa saber!

Hoje em dia é normal descobrirmos um novo produto ou alternativa que seja uma boa opção para a nossa saúde e bem estar, em aspectos gerais. O Sangue de Dragão, por sua vez, é uma dessas alternativas que está ganhando o seu espaço no mercado, então vamos conhecê-lo.

Para compreender o que é essa seiva, não é necessário você “traduzir” literalmente essa expressão “sangue de dragão”. A árvore que é possível encontrar a referida seiva se chama dragoeira, e por isso ele recebe esse nome. E a palavra “sangue” do termo é por conta da sua cor mais avermelhada.

Entendemos que o Sangue de Dragão é extraído (a partir de uma seiva avermelhada) de uma forma peculiar e limitada, pois é possível conseguir o Sangue de Dragão da árvore Croton lechleri, da Amazônia.

Na realidade, o Sangue de Dragão é usado há muito tempo, por povos que moravam nas florestas, de forma a ser utilizado como um cicatrizante, e agora a indústria da beleza se apropriou dessa alternativa, e tem dado muito certo com esse público.

Podemos perceber que, na prática, o Sangue de Dragão tem uma forma muito versátil, ou seja, a sua utilização pode ser aplicada em diversas situações, até mesmo em crianças ou em animais domésticos.

sangue_de_dragão

O fato é que o Sangue de Dragão veio para ficar e você precisa ainda hoje conhecer e adicionar no seu dia a dia, assim você estará adquirindo uma alternativa benéfica para a sua rotina, facilitando os cuidados imprescindíveis à nossa saúde.

Quais os benefícios do Sangue de Dragão?

O primeiro ponto que devemos e queremos comentar é sobre a ausência de contraindicação sobre a utilização dessa seiva, isto é, por ser uma alternativa homeopática (totalmente natural), o usuário se despreocupa quanto as suas eventuais reações.

No geral, podemos dizer que não existe nenhum tipo de pele específica para o uso do Sangue de Dragão, pois geralmente compramos um produto mais voltado para nossas características, o que não é necessário nesse caso da seiva comentada aqui.

Outro benefício a ser considerado é quando os idosos precisam estimular a produção de colágeno em seu corpo, e nesses casos, muitos especialistas recomendam o uso, justamente por ser menos prejudicial do que muitas opções manipuladas já comercializadas no mercado.

Nós devemos escolher opções e alternativas que sejam menos nocivas para a nossa pele, e quando falamos em pele queremos nos referir ao aplique desse Sangue de Dragão que muitos fazem para realizar os cuidados necessários.

O Sangue de Dragão também é referência quando o assunto é ser antioxidante. Por exemplo, na vitamina E encontramos uma vasta variedade dessa ação antioxidante, bem como na vitamina C, porém, por outro lado, o Sangue de Dragão consegue ser mais potente nesse sentido, e esse é um dos motivos para ser indicado.

E o ponto principal quando o assunto é Sangue de Dragão é a ação cicatrizante que ele possui, afinal, esse é um dos efeitos que mais procuramos ao buscar uma boa alternativa para alternativas desse segmento.

Concluímos que essa seiva consegue substituir muitas pomadas que já são comercializadas e consolidadas no ramo. E é sempre bom ter uma nova opção – inclusive, que é natural – para uso próprio.

Algumas pessoas se perguntam se tem algum problema em utilizar essa seiva em peles oleosas, mas não existe nenhuma contraindicação para os tipos de pele em geral. O Sangue de Dragão é um líquido, não um óleo, então não se preocupe quanto a isso.

Caso você não queira usar algo mais escuro na pele, então não coloque o Sangue de Dragão, pois como falamos acima, ele possui uma cor avermelhada (aí que surge o nome “sangue”, e não tem como fugir dessa coloração. É bom que você nem coloque uma maquiagem por cima.

Como funciona a cicatrização do Sangue de Dragão?

Muitos se preocupam com o funcionamento da cicatrização do Sangue de Dragão, afinal, o que é comum ser o motivo da busca, pois ninguém gosta de ficar com manchas na pele.

Então, dessa maneira, é importante ressaltar que a cicatrização a partir do uso do Sangue de Dragão é também significado de hidratação. Você vai conseguir tratar das suas manchas de maneira nutritiva, preservando a pele e retirando o que não deseja mais, além de renovar os tecidos.

Além da cicatrização propriamente dita, é possível evitar essas manchas também. Ao contrário do que muitos pensam, não existe comprovação sobre a ação contra raios UV, e sim para evitar eventuais manchas, então não compre com a finalidade de utilizar o Sangue de Dragão como protetor solar.

Uma das coisas que você deve desconsiderar ao adquirir essa seiva é o cheiro que o Sangue de Dragão tem. O aroma não é agradável, e deve ser analisado os benefícios, afinal, é para isso que você está comprando o produto.

Como usar o Sangue de Dragão?

Uma das formas de utilizar o Sangue de Dragão, principalmente na nossa pele que é o mais buscado, é tomando um borrifador como instrumento de auxílio para espalhar esse líquido. Depois disso, é importante diluir algumas gotas nesse borrifador com água (5 gotas em 40 mililitros de soro fisiológico, por exemplo).

Se você já utiliza uma água termal na sua pele no dia a dia, essa é uma boa opção para substituição, com esse auxílio do borrifador, até para se tornar uma prática mais fácil. Deixando essa solução pronta, é possível usar por um bom tempo.

É interessante utilizar o Sangue de Dragão após terminar uma maquiagem, por exemplo. Muitas mulheres não têm dinheiro para manter um fixador dessa tintura no rosto, pois estes costumam ser produtos caros no mercado. Nesse sentido, o Sangue de Dragão se torna uma boa alternativa para quem não tem recursos suficientes.

Outra opção é diluir o seu Sangue de Dragão em algum hidratante fácil da sua preferência. Geralmente, as pessoas usam essa dica quando o creme já está no fim, pois a seiva ajuda a render um pouco da hidratação, o que conserva por mais tempo o produto no seu estoque pessoal.

×