Ocitocina Sublingual: conheça os benefícios do seu uso

Analisando de maneira geral, a ocitocina se trata de um hormônio, que é produzido diretamente no cérebro, contudo existem maneiras de encontrar esse hormônio em forma de remédio, e este caso é para as pessoas que não conseguem produzir facilmente vamos te mostrar como conseguir a ocitocina sublingual natural.

Por esse motivo, hoje trouxemos os benefícios do uso da ocitocina sublingual, que retrata a situação que acabamos de citar. As pessoas que não conseguem produzir de forma natural esse hormônio pode se adequar a outra realidade, que é ingerir remédios para auxiliar esse mecanismo, sendo uma opção a ocitocina sublingual.

É importante, em um primeiro momento, falar sobre a ocitocina em si, afinal, o “sublingual” está se referindo a uma maneira de ingerir esse hormônio.

Inclusive, muitos se perguntam acerca da importância da ocitocina no corpo, pois estes não entendem quais as funções acerca desse hormônio e nem o motivo de existir uma preocupação acerca da produção ou a falta dela.

Vamos entender então quais as principais funções que a ocitocina consegue realizar, e dessa forma, você pode perceber a sua relevância, podendo avaliar melhor se você precisa ou não dessa nova alternativa.

Queremos esclarecer também que é importante estar com a saúde em dia, ou seja, mantenha uma certa frequência em relação ao seu médico.

E quando falamos em saúde, estamos englobando todos os aspectos, isto é, faça um check-up regularmente, assim, você consegue estar ciente de como as coisas estão funcionando em seu corpo.

ocitocina_sublingual

Quais as funções da ocitocina no corpo?

Primeiramente, é importante ressaltar que a ocitocina tem a “fama” de ser conhecida como o hormônio do amor. Ele tem variadas funções de acordo com o gênero, por exemplo, nos homens, é possível perceber que a agressividade é um ponto reduzido, enquanto nas mulheres vamos discorrer mais profundamente.

Parto menos dolorido que o normal: como falamos anteriormente, esse hormônio é produzido naturalmente (e na hora do parto, isso estimula as contrações uterinas), contudo caso o médico deseje induzir esse parto, a ocitocina é ministrada em forma de medicamento.

Mas veja bem, essa indução ao parto por meio da ocitocina em medicação só é permitida quando o bebê já está a mais tempo do que lhe foi previsto, como por exemplo os que possuem mais de 41 semanas, ou se estiver demorando muito para nascer, e isso incomodar o corpo da mamãe.

É importante comentar que somente o médico obstetra deve fazer tanto a indicação como a ministração do remédio, pois esse uso sem uma avaliação e acompanhamento profissional pode resultar em um aborto, ou até mesmo o parto prematuro. Converse com o seu médico de confiança, relate se estiver com algum problema e espere orientações profissionais.

Auxílio na amamentação: no momento em que o bebê está mamando, essa sucção realizada pela criança consegue ser um estímulo à produção da ocitocina.

Nos casos em que a mãe sente uma necessidade de produzir esse hormônio, é interessante que seja ingerido entre 2 e 5 minutos previamente à amamentação ou, se for o caso, antes de retirar o leite através da bombinha.

Você vai perceber que essa ocitocina vai abrir a possibilidade de criar uma ligação entre você e o seu filho, caso seja mãe adotiva. E se você somente tiver essa dificuldade, nos primeiros momentos vai sentir um alívio.

Seu aliado no combate a depressão e ansiedade: a produção (em larga escala ou em pequenas proporções) da ocitocina consegue ser um aliado caso você esteja passando por uma situação de depressão ou ansiedade.

O hormônio ocitocina diminui aquela sensação de estresse, o que é normal no início da gravidez e do nascimento do bebê. Inclusive, outro ponto positivo é melhorar a sua convivência com as pessoas que moram com você, ou seja, todo o seu humor vai ficando mais estável, e melhorando a sua qualidade de vida.

Você não deve somente confiar nessa alternativa, se o seu humor está te atrapalhando em questões cotidianas, como a própria rotina. Busque outras respostas também, afinal, a solução de uma pessoa pode não ser a mesma para você.

Nós somos individuais, cada um possui uma característica que difere do outro, e isso deve ser respeitado, principalmente quando estamos procurando soluções para problemas no dia a dia, como o humor alterado, sem um motivo aparente.

Aumento da libido: quando a mulher passa pelo nascimento do seu bebê, é normal não ter o mesmo apreço que tinha pelo seu corpo antes de toda essa nova situação de vida.

E é completamente compreensível, afinal, tudo é muito desconhecido para você, e o seu corpo passou por uma situação atípica, você não estava preparada para tudo isso, mesmo que tenha sido planejado.

Com isso, você acabou perdendo a vontade de ter qualquer tipo de relação sexual com o seu parceiro ou parceira, pois nem se sente à vontade com o seu corpo. Com a produção de ocitocina (natural ou em medicamento), o seu desempenho sexual tem uma melhora.

O homem percebe essa melhora quando a ocitocina age junto a testosterona, que é o seu principal hormônio em relação a assuntos sexuais. Já as mulheres, desenvolvem um maior interesse nas relações íntimas.

Além disso, as mulheres possuem uma lubrificação vaginal maior do que antes dessa ingestão, e o orgasmo é um ponto que tem relevância, pois elas conseguem chegar mais rápido ao ponto que desejam, com mais facilidade do que antes.

Como tomar e quanto custa a ocitocina sublingual?

A única precaução que você deve ter em relação ao uso da ocitocina sublingual é se você possuir uma hipersensibilidade em relação a algum componente da fórmula. Para isso, leia a bula com atenção e pergunte ao farmacêutico. No mais, é recomendada uma dose sublingual, somente 1 vez ao dia.

É possível encontrar essa ocitocina em lojas que vendem produtos mais naturais, como a loja Quero tudo natural, que é uma empresa de qualidade, possui uma referência no ramo, e é uma opção segura para quem deseja comprar produtos naturais com preços acessíveis a todos os públicos.

×